Oficina tira dúvidas de Enfermeiros sobre Mestrado Profissional Cofen/Capes

Teve início na manhã desta terça-feira (10), na sede do Coren-AC, em Rio Branco, a Oficina de Elaboração de Projetos de Pesquisa para Enfermeiros, realizada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) em parceria com o Coren. O encontro teve objetivo de esclarecer como será o processo seletivo no mestrado profissional em Enfermagem, área de concentração em Sistematização da Assistência de Enfermagem e Gestão em Enfermagem, financiado pelo Cofen por meio de convênio com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

Das 180 vagas do edital dois, 60 serão para regiões prioritárias, consideradas vagas “fora de sede” em estados que não existe mestrado em Enfermagem, e 120 serão ofertadas em programas que já oferecem vagas sede. Descentralizar a oferta de cursos é um dos objetivos do edital 2, lançado neste ano.
Este presente o presidente do Coren/Ac Dr. Márcio Raleigue Lima Verde, o conselheiro Federal Dr. Adailton Cruz  e o presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Acre Dr. Jebson Souza nos quais deram as boas vindas aos palestrantes e deram palavras de apoio e incentivo aos profissionais que irão concorrer ao certame.
O maior programa de apoio ao mestrado profissional do Brasil é uma parceria do Cofen e Capes que visa a formação de 500 profissionais em cinco anos. 140 profissionais já passaram pelo programa. Os mestrandos do edital 1 já estão implementando e publicando resultados de seus trabalhos, com impacto em sua atuação profissional.

Voltado para enfermeiros com vínculo empregatício na rede de Saúde municipal, estadual e federal, e nas instituições privadas e filantrópicas que prestem serviços ao SUS, o programa tem foco na Sistematização da Assistência, na Implementação do Processo de Enfermagem, além da gestão em enfermagem, nova área contemplada no edital 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *